segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Não é minha culpa a sua projeção



Me irrito facilmente. Sou muito fresca para comer. Ovo nunca, feijão jamais. Chocolate três vezes ao dia. Me entrego demais para as amizades e para trabalhos de faculdade. Adoro sapatos. Não ligo para maquiagem, não faço as unhas com frequência. Odeio tirar a sobrancelha. Ouço músicas estranhas em volume muito alto. Escrevo em um blog. Adoro canetas coloridas e não me importo com os preços altos das minhas canetas de gel. Tenho medo de motos e do escuro. Só durmo com a porta fechada e com os pés para fora do cobertor. Firo com frequência e minha lingua costuma ser venenosa às vezes. Se não fosse publiciária seria jogadora de vôlei, jamais médica ou engenheira e em hipóteste alguma, advogada. Acordo bem humorada e quando estou com sono fico insuportável. Adoro organizar as coisas, embora nem sempre as mantenha em ordem. Esqueço minha bolsa aberta e meus sapatos jogados pela casa. Troco a proteção de tela do computador no mínimo uma vez por mês. Me irrito de forma inexplicável quando ficam atrás de mim no pc. Compro roupas e nem sempre as uso. Argumento até onde posso, mesmo que confundam isso com petulância. Não me sinto dona da razão, mas gosto de pensar que somos amigas íntimas.

Goste ou não, orgulhe-se ou não.

Viva com isso ou durma com esse barulho.

4 comentários:

Alonso Zerbinato disse...

Obrigado por comentar lá. Teu blog tá tão bonito. Você que fez?

André Guilherme disse...

Gostei do teu blog prima! Mesmo! :D

Hoje serei Alice, só por hoje. disse...

Em alguns pontos cheguei até a me ver! Seu blog está lindo *-*

cissa disse...

Parabéns!!!Adorei seus textos!objetivos e profundos!